Notícias

Empresas familiares no Brasil: histórias de sucesso

Empresas centenárias são, quase sempre, aquelas que se reinventam na medida em que o ambiente se altera. No caso das empresas centenárias familiares reinventar o negócio parece não ser suficiente. Para alcançar a longevidade, as empresas precisam superar o desconforto que o tema sucessão causa e profissionalizar a gestão, colocando em segurança a empresa e a família empresária. Algumas delas conseguiram atravessar períodos de instabilidade e crises ao longo das décadas e mantém-se de pé ate hoje.

A partir de agora nosso blog irá compartilhar histórias de empresas familiares no Brasil. Inspire-se com esses exemplos!

Histórias de empresas familiares:

Cedro Cachoeira

Fundação: 1872

Ciclos apresenta Cedro Cachoeira, empresa familiar de sucesso

Branquinho Jr, à esq., e Diniz Filho. Futuro e atual presidente da Cedro e Cachoeira. Foto: Valor Econômico

A tecelagem viveu um boom no fim do século XIX com a produção de tecidos populares, usados na vestimenta de escravos. Antevendo o filão, os irmãos Bernardo, Caetano e Antônio Cândido Mascarenhas criaram a Companhia de Fiação e Tecidos Cedro Cachoeira em 1872. Com o tempo, a empresa adicionou outros produtos à sua linha, como o brim e o denim. Hoje, a empresa que é comandada pela quinta geração de sócios, tem capacidade de produção de 168 milhões de metros quadrados de tecido por ano.

Cedro Cachoeira: Empresa familiar

A união desse grupo mostra as razões pelas quais uma empresa, hoje composta por sete famílias controladoras, consegue chegar aos 140 anos em plena forma. Assim como a Cedro Cachoeira, outras empresas genuinamente nacionais conseguiram sobreviver aos laços familiares, a duas grandes guerras mundiais, e aos solavancos econômicos de um Brasil que conheceu a hiperinflação.

Ciclos destaca a Cedro Cachoeira como empresa familiar de sucesso

Colaboradores da Cedro Textil. Foto: Site Institucional

Hoje em dia, a empresa é gerida por um acordo de acionistas firmado por 254 pessoas, que promove o controle da companhia por sete famílias. A partir da assinatura desse acordo de acionistas surgiram diversos comitês de auxílio, como, por exemplo, um comitê de acordo, o qual serve para consolidar as decisões do grupo, que, após sua decisão, vota em bloco no conselho de administração da companhia, composto por 12 membros e sob o comando de um herdeiro.

Em 2014, a Cedro Textil deve receber o primeiro presidente não familiar.

 

Fontes: 

 

Um Comentáio para Empresas familiares no Brasil: histórias de sucesso

  1. Sempre desperta em mim interesse nas empresas, que por anos a fio conseguiram se manter num patamar de sucesso e prosperidade, levando-se em conta de como tão diversas personalidades mesmo que seja dentro de uma mesma filosofia de uma família seja levada em conta! Também já ouvi Empresas que de tão sólidas e aparentemente harmoniosas caíram por terra, desabaram numa fração curta de tempo. Interessantíssimo este tema…

Faça seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>